Aqui vão algumas dicas para iniciantes e veteranos no Jiu Jitsu

0
95

Lembrem-se que não importa realmente a faixa que você ostenta, mas sim o processo evolutivo. Não fique focado somente na próxima graduação, no próximo campeonato e sim no caminho. Se perder perdeu, e daí? Faz parte! Aproveite a jornada, cara! Curta de verdade seu processo de aprendizagem e não deixe o Jiu-Jitsu virar uma obrigação, uma rotina. Porque aí já era… o Jiu-Jitsu perde a graça e passa a ser mais um apêndice desagradável do que uma válvula de escape dos estresses diários. Jiu-Jitsu é um estilo de vida e como tal deve ser encarado como parte desta nossa vida. Quando pensamos apenas na faixa seguinte acabamos por limitar nosso potencial. Caramba! Qualquer um de nós tem um potencial enorme e desconhecido. Deixe a mente aberta!

FAIXA BRANCA:


Aqui é o início da jornada. O primeiro passo. Na faixa branca você não sabe nadinha de nada mas a vantagem é que ninguém espera muito de você mesmo. Como um faixa branca, seu objetivo é criar um quadro de referência para o seu aprendizado futuro. Você precisa aprender o que você não conhece. Aproveite aqui para arriscar, errar, acertar e errar de novo. Pense na arte suave como um quebra-cabeça que você está tentando descobrir. A faixa branca é onde você cria o “esboço” da imagem, antes de pintar o quadro.

Aprender a relaxar é uma habilidade absolutamente essencial e deve ser aprendida enquanto ainda estiver na faixa branca. A única maneira que você tem para aprender a relaxar será controlando seu ego. Isto é muito importante. Aproveite-se, repito, do fato que nada é esperado de você nesta fase. Foque toda sua energia nesta nova experiência e não se preocupe em ganhar ou perder.

Algumas metas sugeridas na faixa branca:

#1 Aprender os nomes de cada uma das principais posições e adquirir uma familiaridade básica com cada uma delas. Por exemplo, ser capaz de identificar a posição de guarda, montada, montada lateral…

#2 Aprenda a controlar seu ego, ao aceitar que você vai ser derrotado pelos alunos mais avançados. Poxa vida, até os faixas pretas perdem uns para os outros! Se você é grande e naturalmente atlético talvez fique um pouco mais chateado ao perder, mas esta fase será muito importante pra você. Lembre-se de ter humildade. Um faixa preta é um faixa branca que não desistiu.

#3 Acostume-se a “sentir” as posições no Jiu-Jitsu. Preste atenção em como seu corpo se move e na maneira como um adversário reage a você quando usa determinada movimentação.

#4 Escolha uma técnica de cada vez e tentaAqui vão algumas dicas para iniciantes e veteranos no Jiu Jitsu.

Lembrem-se que não importa realmente a faixa que você ostenta, mas sim o processo evolutivo. Não fique focado somente na próxima graduação, no próximo campeonato e sim no caminho. Se perder perdeu, e daí? Faz parte! Aproveite a jornada, cara! Curta de verdade seu processo de aprendizagem e não deixe o Jiu-Jitsu virar uma obrigação, uma rotina. Porque aí já era… o Jiu-Jitsu perde a graça e passa a ser mais um apêndice desagradável do que uma válvula de escape dos estresses diários. Jiu-Jitsu é um estilo de vida e como tal deve ser encarado como parte desta nossa vida. Quando pensamos apenas na faixa seguinte acabamos por limitar nosso potencial. Caramba! Qualquer um de nós tem um potencial enorme e desconhecido. Deixe a mente aberta!

FAIXA BRANCA:

Aqui é o início da jornada. O primeiro passo. Na faixa branca você não sabe nadinha de nada mas a vantagem é que ninguém espera muito de você mesmo. Como um faixa branca, seu objetivo é criar um quadro de referência para o seu aprendizado futuro. Você precisa aprender o que você não conhece. Aproveite aqui para arriscar, errar, acertar e errar de novo. Pense na arte suave como um quebra-cabeça que você está tentando descobrir. A faixa branca é onde você cria o “esboço” da imagem, antes de pintar o quadro.

Aprender a relaxar é uma habilidade absolutamente essencial e deve ser aprendida enquanto ainda estiver na faixa branca. A única maneira que você tem para aprender a relaxar será controlando seu ego. Isto é muito importante. Aproveite-se, repito, do fato que nada é esperado de você nesta fase. Foque toda sua energia nesta nova experiência e não se preocupe em ganhar ou perder.

Algumas metas sugeridas na faixa branca:

#1 Aprender os nomes de cada uma das principais posições e adquirir uma familiaridade básica com cada uma delas. Por exemplo, ser capaz de identificar a posição de guarda, montada, montada lateral…

#2 Aprenda a controlar seu ego, ao aceitar que você vai ser derrotado pelos alunos mais avançados. Poxa vida, até os faixas pretas perdem uns para os outros! Se você é grande e naturalmente atlético talvez fique um pouco mais chateado ao perder, mas esta fase será muito importante pra você. Lembre-se de ter humildade. Um faixa preta é um faixa branca que não desistiu.

#3 Acostume-se a “sentir” as posições no Jiu-Jitsu. Preste atenção em como seu corpo se move e na maneira como um adversário reage a você quando usa determinada movimentação.

#4 Escolha uma técnica de cada vez e tentar dominá-la antes de passar para outra. passar para outra.

Autor desconhecido

Texto replicado por: Guiga Campos
CREF 057464-G/SP
Sim Guiga Campos Body Designer o Personal das estrelas!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA