Você sabia que é possível renovar seu visto para os EUA sem fazer entrevista?

0
160

A renovação de vistos de brasileiros para os Estados Unidos pode ser mais fácil do que é hoje. O Consulado e Embaixada norte-americana no Brasil prepara uma investida forte para que os turistas de todo o país façam o procedimento sem a necessidade da entrevista presencial.

A partir de maio de 2020, mais de 500 mil vistos de não imigrantes precisarão ser renovados no país, portanto é necessário se programar e não deixar para a última hora. Ainda que não seja uma ação inédita, o órgão oficial acredita que o brasileiro desconhece essa opção, que é considerada mais rápida e prática.

Os brasileiros que tiverem o documento dentro da validade ou com prazo de expiração em até 12 meses se qualificam nesse processo.

Essa alternativa é válida para vistos de negócios, turismo ou tratamento médico (B1/B2), trânsito/tripulante (C1/D), estudante (F/J) e estudante de curso vocacional (M). O principal alvo são os brasileiros que viajam a passeio ou a trabalho, pois mais de 90% dos vistos emitidos no Brasil são B1/B2, segundo números oficiais.

Todas as demais categorias não estão incluídas nessa facilidade e terão de passar pela entrevista.


Como funciona
O solicitante deve realizar novamente um agendamento no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV). Ele precisa levar todos os documentos referentes à solicitação do novo visto, incluindo o passaporte anterior com visto válido ou vencido e a página de confirmação de envio do formulário online DS-160.

O pagamento da taxa de solicitação de visto de US$ 160 dólares (cerca de R$ 630 no câmbio de hoje) está mantido. Categorias como a B1 e B2 são isentas de valores adicionais, mas outros tipos requerem a chamada “taxa de reciprocidade”, que parte de US$ 20 dólares (R$ 80 reais). É obrigatório levar o recibo original para validar o depósito.

As unidades do CASV estão distribuídas em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Brasília e Recife.

Após a aprovação desse processo, o solicitante receberá em casa o passaporte com o visto para os Estados Unidos em até dez dias úteis. Vale destacar que, caso a validade do documento tenha ultrapassado os 12 meses, o viajante terá obrigatoriamente de fazer a entrevista pessoalmente na embaixada ou consulado.

O prazo de dez anos de validade para o visto de turista (B1/B2) começou a valer em maio de 2010

Nas próximas semanas, a Embaixada e os Consulados dos Estados Unidos lançarão campanhas em suas mídias e devem realizar ações com agentes de viagens para reforçar esse procedimento. Os detalhes deverão ser divulgados em breve.

Sem reciprocidade
Em junho deste ano, entrou em vigor a isenção de vistos para turistas dos Estados Unidos e mais três nações (Canadá, Austrália e Japão) para o Brasil. Os norte-americanos podem entrar no país sem a necessidade de apresentar o documento. A política de reciprocidade não foi aplicada e nem existe previsão de acontecer, destaca o Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

Em 2018, os Estados Unidos receberam mais de 2,2 milhões de turistas brasileiros, um crescimento de 15,5% em relação ao ano anterior. Os gastos desses viajantes ultrapassaram US$ 11,5 bilhões. O Brasil é o sétimo maior emissor de visitantes internacionais para o destino.

Os principais destinos para visitar são Orlando, Miami, Nova York, Los Angeles e Las Vegas. As principais motivações do brasileiro que viaja a esse país são: compras (88%), passeios turísticos (77%), parques temáticos e de diversões (49%), museus e galerias de arte (27%), e monumentos e parques nacionais (13%).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA